PALAVRA CHAVE  
 
SENHOR PRENDADO
 
UM SENHOR QUE SE DIVERTE NA COZINHA
 
SEGUNDA-FEIRA 28 JUN 2010
Polenta com molho de linguiça calabresa
São muitas as farinhas com as quais se pode fazer polenta, mas nada é mais tradicional que a polenta feita com farinha de milho.
Após a chegada dos espanhois ao Caribe em 1492, o milho foi introduzido na Europa.
Na Italia a polenta de milho tornou-se o principal prato especialmente nas regiões de Veneza e Friuli. Graças ao seu baixo custo, passou a substituir o pão feito com trigo. A polenta que vemos aqui é a "polenta no pano".
Na sua versão "contadina" vista mais adiante, ela é derramada diretamente da panela onde foi preparada sobre uma tábua apropriada no centro da mesa e coberta com o molho, a polenta é degustada às colheradas, diretamente na tábua, sempre acompanhada por um bom copo de vinho.
INGREDIENTES
  • Fubá (farinha de milho)
  • Caldo de carne
  • Cebola média ralada
  • Um dente de alho picado bem fino
  • Duas folhas de louro
  • Sal e pimenta a gosto
  • Queijo parmesão ralado
  • Azeite de oliva
  • Linguiça calabresa fresca
  • Molho "al sugo" previamente preparado
  • ingredientes
    PREPARAÇÃO
    A tábua de polenta é um acessório muitas vezes secular e quase sagrado nas famílias toscanas: passa de pai para filho através dos tempos, e assim sendo, é tambem motivo de graves desavenças nas partilhas de bens e inventários. Peça de madeira de formato circular, é chamada de "panaro" na região.
    Corte a linguiça em fatias e depois corte cada rodela ao meio.
    Leve os pedaços para dourar numa panela com pouquissimo óleo.
    corte em rodelas e depois cada rodela ao meio Leve para dourar, com muito pouco óleo
    Quando a linguiça estiver dourada, escorra o excedente de óleo na panela e junte o molho de tomate preparado previamente. Deixe cozinhando em fogo baixo com a panela tapada.
    cozinhando no molho de tomate
    Em outra panela refogue o alho e a cebola ralada, acerte o sal e a pimenta – sem esquecer que a linguiça calabresa já leva alguma pimenta – doure a cebola em fogo muito baixo e só então adicione o caldo de carne. Junte as folhas de louro e deixe cozinhando em fogo baixo com a panela tapada até que a cebola fique transparente e quase imperceptível.
    sobre o refogado, o caldo de carne
    Numa tijela à parte, junte o fubá ao caldo de carne frio, misture bem.
    Derrame lentamente e mexendo sempre, a mistura na panela do caldo de carne temperado. Siga mexendo e adicionando o fubá aos poucos para que não encaroçe.
    Adicione o queijo parmesão e siga mexendo a polenta até que adquira a consistência desejada. Junte uma colher de sopa de azeite de oliva. A polenta estará homogênea e no ponto ideal quando começar a mostrar o fundo da panela a cada movimento da colher. Sobre uma tijela coloque o "pano de polenta" e sobre ele derrame a polenta.
    o pano sobre a tijela a polenta ainda quente sobre o pano
    Junte as quatro pontas do pano e amarre-as com um barbante, formando assim uma trouxa.
    Coloque a trouxa de polenta diretamente sobre a pedra fria, desloque constantemente para que esfrie e vá tomando a forma côncava para melhor receber o molho.
    amarre com um barbante as pontas do pano desloque sempre sobre a pedra fria
    Quando a polenta estiver esfriado o suficiente para adquirir a consistência desejada, retire-a do pano, leve-a ao prato de servir, cubra com o molho de calabresa e sirva-a coberta com queijo parmesão.
    a polenta já com a forma desejada.
    VARIAÇÃO POSSÍVEL: POLENTA NA TÁBUA

    Se preferir sirva a polenta na tábua (panaro), à moda "contadina". Despeje a polenta sobre a tábua
    a legendária tábua de polenta a polenta derramada sobre o centro da tábua
    No centro da polenta derrame o molho de linguiça calabresa, depois cubra com parmesão ralado. A polenta ná tábua, na Itália, é melhor degustada quando cada um usa uma colher de sopa diretamente na polenta, colocada no centro da mesa. Desnecessário dizer que é sempre acompanhada de um bom copo de vinho.
    a polenta coberta com o molho e a tábua colocada no centro da mesa
    Compartilhe no TwitterCompartilhe no Facebook
    POSTADO POR SENHOR PRENDADO 28-06-2010 00:11
    Angela escreveu:
    28/06/2010 23:15
    Foi seu aniversário, queria mandar um abraço. Com muita saudade lembro dos tempos que fazia pizza no forno à lenha do Sítio, e contávamos os segundos para ficarem prontas.Bons tempos!Abraços, Fujita
    Luci escreveu:
    28/06/2010 21:52
    Os olhos ficam "cheios" com imagens tão lindas, é possível imaginar o perfume e o sabor de um prato tão simples que remete à infância, à Nonna e aao convívio das famílias italianas que acontecia na cozinha...Saudades!
    RECEITAS RELACIONADAS
    ENVIAR RECEITA
    IMPRIMIR RECEITA
    TEASER DO LIVRO DO SENHOR PRENDADO
    COMPRAR O LIVRO DO SENHOR PRENDADO
    2.311.080
    Pérolas da cozinha MAIS ROBUSTA que você mesmo pode preparar
    PERFIL DO SENHOR PRENDADO
    O site e seu autor
    193 RECEITAS
    Escolha entre as sugestões abaixo ou use a busca no topo da página
    ***

    Feijão Tropeiro14 JUN 2006
    AS MAIS RECENTES
    Caros Leitores
    Curau!!! Alguém lembra?
    Trianon, o rei da noite
    VISITE
    Blogs e sites de gentes que gosta e entende de cozinha. Vale conferir!
    ***